1ª Página

Uma lição que convém ter sempre presente

O CAMINHO É O DA LUTA QUE CONTINUA

Álvaro Cunhal

1996

Somos o partido da classe operária e de todos os trabalhadores,
 porque no chamado “capitalismo civilizado”
a luta de classes continua

AC

O nosso XV Congresso constitui uma sólida afirmação de que o Partido Comunista Português (PCP) é do presente e do que se propõe ser no futuro.
Temos consciência de que a luta dos trabalhadores e do povo de Portugal, assim como a luta dos povos de todo o mundo, defrontam nesse findar do século XX gravíssimos problemas, uma situação complexa e um difícil e acidentado caminho.
O nosso Congresso não traça nem aponta, porém, uma visão pessimista do futuro. Aponta confiante uma perspectiva e um caminho para ultrapassar a situação atual.
O caminho é o da luta que continua. E o nosso Partido, para corresponder às exigências que a situação imediata e futura comporta, contrariando pressões e desejos para deixar de ser o que é, confirma e afirma, corajoso e confiante, a sua identidade comunista.

Objetivo central: uma viragem democrática

Em Portugal não só se atravessa uma situação particularmente grave como poderá ter desenvolvimentos ainda mais agravantes, se o povo português não puser fim à política da direita desenvolvida pelo governo do PS e PSD em conjunto preparam contra o povo, contra o país, contra a democracia, contra os interesses nacionais.

Já ninguém contesta que o voto no PS traduziu a esperança numa mudança. O PS enganou o eleitorado, e o eleitorado que tinha tal esperança enganou-se de votar no PS.
Têm razão aqueles que dizem que a política de direita com o Governo PS é ainda mais perigosa do que a do Governo PSD com Cavaco. Primeiro pelo facto do PS se afirmar um partido de esquerda.

Ler Mais


O Marxismo – Materialismo Dialético e Histórico

O que é o Materialismo Histórico

O materialismo histórico é uma teoria marxista que defende a ideia de que a evolução e a organização da sociedade, ao longo da história, ocorre de acordo com a sua capacidade de produção e com suas relações sociais de produtividade.
A teoria de Karl Marx tem como base o que ele chamava de concepção materialista da história.
Essa concepção, fundamentada tanto por Karl Marx quanto por Friedrich Engels, tem um conceito bem diferente do conceito do Iluminismo.

Segundo ela, as alterações sociais que acontecem ao longo da história não estão baseadas em ideias, mas sim em valores materiais e em condições económicas.

Marx e Engels FOTO

Origem do materialismo histórico

Ler Mais


23 thoughts on “1ª Página

      1. Luís. Hoje tive o cuidado de ler boa parte da documentação, e a conclusão a que chego, é que aqui está mais uma ferramenta para a Classe Operária se ir cultivando, preparando com o seu Partido para o embate que tem de enfrentar no dia a dia no seu local de Trabalho. A Luta Continua !

        Liked by 1 person

  1. Ena!… O que irei aprender! Tanta matéria com interesse… para ler, estudar e reflectir!… Obrigada! Bem haja por todo o trabalho que tem, na elaboração do Blog – um grande contributo para a nossa educação política. Forte abraço. Leonisa – Aveiro.

    Gostar

  2. Sugerido pelo camarada Luís Piçarra, vim ver este blogue e aplaudir a iniciativa. Bem construído, com preciosa informação, deve ser dado a conhecer a todos os camaradas e amigos que se reclamem de uma visão radical desta sociedade demencial. Muitos parabéns e um abraço ao colectivo.

    Gostar

  3. Quanto à questão dos textos serem longos, sinto a necessidade de dizer o seguinte. Qualquer ciência para que seja assimilada e entendida, não pode ser um simples, sim ou não. Compreendo que por vezes existem dificuldades no entendimento dos temas ou assuntos. Mas, sem análise, sem estudo, sem discussão e sem aplicação desses conhecimentos no dia a dia no meio que nos rodeia, de nada valerá os conhecimentos adquiridos. No concreto, quero eu dizer que, possivelmente não será fácil diminuir certos textos.

    Gostar

  4. Luís Amaro.
    A leitura que fiz da carta de Tatiana Khabarova dirigida aos Orgãos do PCUS, demonstra e identifica algumas das causas da derrota da URSS. Aborda também e com algum detalhe a acção e trabalho de Staline o que me leva a dizer que esta matéria está pouco divulgada no nosso seio. É necessário mais informação rigorosa e com detalhe, que permita uma maior clarificação do passado, das medidas, e os seus resultados. Mas, existe um assunto que nunca pode ficar desligada desse tempo, a segunda guerra mundial e o papel de Staline e de todo o povo Russo na vitória contra o fascismo.

    Liked by 1 person

    1. Caro Vitor:
      Sobre a questão de Stalin e o estalinismo (que como afirmou Tatiana na carta, “nunca existiu” e com a qual eu concordo em absoluto). O que se passou foi a continuação da política leninista em favor dos povos soviéticos e frontalmente contra o imperialismo.
      Na medida do possível continuaremos a abordar o assunto.
      Um abraço do Luís Amaro

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.